in

Babá revela porque não aceita crianças dormindo e motivo é comovente

Divulgação/Revista Crescer

É muito comum que muitos pais deixem seus filhos com babás para diversas atividades do dia a dia ou até mesmo para algum eventual passeio durante à noite. Contudo, para alguns pais, esta necessidade é mais abrangente e acaba se estendendo por todo o mês, a exemplo daqueles que trabalham fora de casa e necessitam de alguém que cuide seus filhos.

Em alguns casos, as crianças são deixadas com alguns parentes como tias ou avós. Em outros, as crianças são deixadas em creches particulares ou públicas. Já em outros casos, para pais que possuem uma situação financeira melhor, são contratadas babás que cuidam das crianças por todo o mês, assumindo, geralmente, outras tarefas como acompanhar e buscar as crianças na escola, cuidar dos afazeres da casa entre outros.

Além de comum, é de extrema importância que os pais que desejam contratar babás tomem os devidos cuidados na hora de escolher quem cuidará de seus filhos, afinal, confiar os filhos aos cuidados de alguém a quem não conhece pode ser algo perigoso.

Porém, o inverso também pode ser perigoso e não é tão simples para a babá quanto parece. Em alguns casos, as babás se deparam com situações em que os pais possuem más intenções.

Uma babá revelou que na creche em que trabalha é proibido aceitar que os pais entreguem seus filhos dormindo. Ela revelou ainda que essa regra, às vezes, incomoda alguns pais que acham desnecessário acordar seus filhos. Porém, desde um incidente ao qual presenciou, ela nunca aceita as crianças nessas condições.

O incidente ocorreu em uma creche em que ela trabalhava e, seguindo a regra, tentou acordar uma criança que estava sendo entregue pela avó. A partir deste incidente, ela descobriu que nem todos os pais possuem boas intenções e que em alguns casos, entregam as crianças dormindo na creche para depois culpar a mesma por eventuais maus tratos que eles mesmos tenham cometido.

Veja o relato desta babá abaixo.

“Eu estava trabalhando em uma creche e foi dito para nunca aceitar crianças dormindo. Se os pais trouxessem uma criança adormecida, era absolutamente necessário acordá-lo antes de partirem. Esta regra era desagradável para alguns pais, mas era necessária.  


Um dia, uma avó trouxe uma criança dormindo e ele simplesmente não acordou. Meu chefe ligou imediatamente para os serviços de emergência, mas a avó estava tentando nos assegurar de que o neto não havia dormido muito na noite anterior.  


Eu conhecia esse bebê, ele não estava acostumado a ficar com tanto sono quando seus pais iam à creche por causa do barulho de outras crianças.  


Finalmente, ficamos sabendo que a avó havia drogado a criança de 6 meses para adormecer e que não era a primeira vez. Os médicos tiveram que lavar o estômago para salvar sua vida.  


O regulamento para acordar os bebês foi posto em prática pelo meu chefe desde que ele estava ciente de que alguns pais trouxeram seus filhos para a creche com ferimentos como braços quebrados e eles drogaram-los para fazer o infortúnio a parte de trás das babás”.

Written by Matheus Dayrell

Sócio-fundador do i7 Network. Tenho a profissão de jornalismo como uma paixão e estou sempre em busca de constantes melhorias nos conteúdos que escrevo, estando eles, principalmente, entretenimento, esportes e curiosidades. Meu contato: mdayrell07@gmail.com

Emoji de coração: descubra o significado de cada cor

Bruna Marquezine faz tatuagem escrita errado e apaga foto, veja!