in

Mulher ‘interesseira’ zomba de homem por ser engraxate, mas recebe uma grande lição; vídeo

Youtube

Um conhecido Youtuber realizou um experimento social na intenção de determinar o grau de discriminação que uma mulher pode ter contra um homem dependendo de sua situação financeira. 

O dominicano Adolfo Lora decidiu se disfarçar de engraxate e frequentar um elegante restaurante para oferecer seu serviço a uma linda garota que esperava por alguns amigos.

Enquanto o homem limpava os sapatos da jovem, ele começou a demostrar sinais de interesse na jovem, mas a mulher logo deixou claro que não queria nada e zombou: “Para você deve ser difícil ter uma namorada porque na sua condição você não pode nem com a sua vida“.

No entanto, a surpresa veio depois que o suposto engraxate terminou de polir os sapatos da mulher. Um homem apareceu em um carro de luxo e trouxe roupas elegantes e um par de calçados para o engraxate.
Logo despertou a atenção da mulher que lhe fez uma pergunta.  

Mas venha aqui, você não é um engraxate?“, disse a mulher, depois de descobrir que por trás do trabalhador de rua estava o suposto dono de uma fundação que ajuda pessoas.

Temos que fazer o relatório desta experiência hoje. Como três mulheres me trataram bem”, disse o Youtuber. O jovem continou conversando com a mulher, relatando que tudo aquilo era uma experiência que ele estava fazendo para saber como as pessoas eram tratadas quando há diferença de classe social.

Quando a jovem percebeu que o rapaz era bem de vida pediu seu número de telefone, mesmo tendo negado passar o contato minutos antes, quando achava que ele era pobre.

Como eu poderia contribuir para a fundação? Você poderia me dar um cartão ou seu número?”, perguntou a jovem, que recebeu um pouco de seu próprio veneno como resposta.

É só que eu não dou o meu número para estranhos“, disse o jovem engraxate agora transformado em um homem executivo de sucesso.

Mulher ciumenta lista 22 coisas que namorado é proibido fazer e deixa todos horrorizados

E se as marcas fossem sinceras em suas propagandas?