in

Prédio de 13 andares cai e não se desfaz

FQTQ

São famosas as cenas de grandiosos prédios caindo e se despedaçando completamente pelo chão. Ver uma grande obra se transformando em escombros costuma ser uma atração curiosa que logo viraliza pela internet. Isso, claro, se não há vítimas por conta da queda.

Contudo, em 2009, um prédio caiu em Xangai, na China, e fez a proeza de manter intactos os seus seus 13 andares no chão. A obra caiu como uma árvore, apenas mudando da vertical para a horizontal. Tipo de acontecimento que, se não tivesse sido amplamente divulgado à época, poderia ser considerado fake news.

Mas, é tudo verdade. A queda do prédio aconteceu quando ele ainda estava em construção, assim, não havia moradores em seus 13 andares. Confira o fato curioso!

O mais comum em um desmoronamento, é o prédio se desfazer em pedaços. Isso acontece por cona da inclinação durante a queda, quando há forças tentando dobrá-lo e causa estresse em diversos pontos, provocando a quebra da obra durante uma queda completamente vertical. Mas não foi o que aconteceu com esse prédio de 13 andares em Xangai!

Nesse caso, a causa da queda foi a fundação, então não houve estresse no corpo do prédio que, obviamente, era muito resistente. Segundo as investigações sobre o acidente, os trabalhadores da construção estavam fazendo escavações para criar um subsolo no prédio, quando foram surpreendidos por fortes chuvas. A força das águas desgastou ainda mais rapidamente o solo em que as fundações estavam fixadas, causando o tombamento do prédio.

Por sorte, não haviam moradores, mas a queda causou uma morte. Após o desmoronamento, duas pessoas foram condenadas a prisão perpétua, acusadas de causarem o acidente por super-faturamento da obra.

Written by Mayra Michel

Jornalista por formação e vocação. Apaixonada pelos desafios da escrita e pelo aprendizado diário do Português. Na caminhada da Comunicação desde 2004, ainda tem muito o que viver nessa profissão que "quem conhece, não esquece jamais" (sim, sou mineira!).

É possível carregar um celular com o cérebro humano?

14 ‘tiozões’ que ultrapassam os limites quando o assunto é moda