in

Os bebês já nascem sabendo nadar?

Divulgação / AlagoasWeb

Os bebês são formados, dentro da barriga da mãe, em uma bolsa d’água. Algumas mulheres fazem a opção de dar a luz dentro de uma piscina ou banheira, pois acreditam (e estudos apontam que é verdade) que o filho tem menor impacto de mudança se vem para o mundo dentro da água. Assim, fica a dúvida no ar: os bebês já nascem sabendo nadar?

Pois a resposta é bem simples: não. O ambiente da água é realmente familiar aos pequenos, pois tiveram seus primeiros momentos de existência dentro de uma ‘bolsa d’água’ – aquela que estoura quando a mãe entra em trabalho de parto. Contudo, isso não significa que os pimpolhos já nasçam sabendo dar umas braçadas dentro da água.

Mas, então, o que justifica os vídeos em que os bebês fazem movimentos como se soubessem que estão dentro da água? A verdade é que toda a desenvoltura é apenas aparente. Os especialistas apontam que o tempo passado no útero, que tem água, pode influenciar a tendência dos bebês em nadar, mas não os ensinam a se virar bem nesse ambiente.

Dessa forma, os movimentos do bebê dentro da água são fruto de reflexos, não o resultado de uma coordenação motora suficiente para se manter e se movimentar sozinho na água. A familiaridade ao ambiente garante o sorriso, mas deixar o pequeno muito tempo dentro da água pode levar ao afogamento –  como acontece com qualquer pessoa que não sabe nadar.

Outra questão que é preciso levar em consideração é que os bebês não nascem com força suficiente para erguer a cabeça para fora da água, então nunca conseguiriam buscar ar sozinhos; tampouco, conseguem se mover dentro da água com alguma eficiência.

Também, faltam aos bebês a capacidade para controlar a respiração de forma consciente.
Assim que nascem, eles respiram automaticamente e não conscientemente; assim, corre um grande risco do bebê “respirar água” se for submetido a uma piscina sem a devida orientação e treinamento de um responsável.

Written by Mayra Michel

Jornalista por formação e vocação. Apaixonada pelos desafios da escrita e pelo aprendizado diário do Português. Na caminhada da Comunicação desde 2004, ainda tem muito o que viver nessa profissão que "quem conhece, não esquece jamais" (sim, sou mineira!).

7 novelas que fracassaram do começo ao fim

Mulher trai o marido e inventa sequestro para justificar sumiço de 4 dias ao lado do amante