in

Morte súbita de bebês: o jeito que você coloca o neném para dormir pode levá-lo a óbito

Portal Valença RJ

A morte súbita dos bebês ainda é um dos maiores pesadelos dos pais. A medicina busca uma explicação exata para essa que é, sem dúvida, uma grande tragédia para as famílias dos recém-nascidos.

Afinal como acontece a morte súbita de bebês?

A síndrome da morte súbita do lactente (SMSL) é caracterizada por um quadro de óbito inesperado e sem causa aparente, que ocorre, em geral, durante o sono noturno de um bebê aparentemente saudável.

Um estudo realizado nos Estados Unidos, e publicado pelo jornal Pediatrics, divulgou que 55% dos bebês ainda dormem de maneira que pode favorecer a morte súbita do recém-nascido.

Morte súbita: o jeito que você coloca o bebê para dormir pode levá-lo a óbito

A pediatra Ana Escobar, consultora do programa Bem-Estar e colunista da revista Crescer, afirma que é de suma importância que o bebê receba cuidado redobrado nos primeiros mil dias de vida.

Nesse período estão inclusos os 280 dias da gestação, que vai da concepção ao nascimento, e os 720 dias que vão do nascimento até o aniversário de 2 anos da criança.

Entre os cuidados, a maneira como os pais colocam os bebês para dormir pode fazer toda a diferença.

A posição ideal

Dormir em decúbito dorsal – com a barriga voltada para cima – é a posição mais indicada para os bebês de até um ano, recomendada pela Academia Americana de Pediatria (AAP) e pelo Ministério da Saúde brasileiro – que desde 2007 passou a publicar a orientação na caderneta da criança.

Além de permitir que o bebê respire melhor, a posição diminui o risco de engasgo, já que permite girar a cabeça para o lado em caso de vômito.

8 hábitos para prevenir a morte súbita de bebês

Embora ainda não exista uma definição da medicina sobre as causas que levam os bebês a morte súbita, o melhor é fazer tudo que estiver ao seu alcance para a segurança de seu bebezinho.

1. Coloque o recém-nascido para dormir sempre de barriga para cima;

2. O colchão ideal para o berço deve ser firme, nem duro e nem mole demais;

3. Faça o pré-natal de maneira correta, o acompanhamento correto durante este período está relacionado a um menor risco de morte súbita;

4. Evite colocar muitos objetos dentro do berço, como por exemplo, bichinhos de pelúcia, travesseiros, protetores, cobertores, entre outros;

5. Não faça uso de bebias alcoólicas e do tabagismo durante a gravidez, isso aumenta o risco do bebê ser vítima da morte súbita;

6. Não use medicamentos sem prescrição médica durante a gestação;

7. Não exagere no momento de cobrir o bebê. Muita coberta e agasalhos prejudicam a saúde da criança. Evite cobrir o rosto e as mãos da criança, as extremidades do corpo são responsáveis por regular a temperatura;

8. A amamentação é fundamental para a saúde do bebê, ela também promove o fortalecimento do sistema respiratório da criança.

Faça o acompanhamento do desenvolvimento do bebê com o seu pediatra, a prevenção ainda é o melhor remédio.

Written by Fabiana Batista Santos

Redatora Web há 5 anos. Prezo por desenvolver conteúdo de qualidade para levar informações úteis e pertinentes ao maior número de pessoas possível. Especialista em TV e Famosos, entretenimento, curiosidades, notícias do Brasil e mundo, decoração, saúde, entre outros.

As 5 piores prisões do mundo: você ficará surpreso ao saber qual país tem a pior

Você se lembra da Candinha do Nerso? Aos 51 anos, ela continua linda