in

Pais deixam bebê de 10 meses morrer após não levarem ao médico por causa da religião

bebemamae

Esperar pela chegada de um bebê é sempre um momento marcante na vida das mulheres. Após o nascimento da criança, as mães vivem vários sentimentos misturados, medo, preocupação, uma vontade de proteger aquela pessoinha a qualquer custo. 

No entanto, por maior que sejam os cuidados e a proteção com os pequenos, eles estão suscetíveis a contrair doenças. A maioria das mães sofre quando se depara com esse tipo de problema. Muitas se pudessem trocariam de lugar para poder aliviar o sofrimento dos filhos.

Por isso, um caso um tanto inusitado tem gerado revolta nas pessoas. Os pais de uma criança acabaram deixando que ela morresse, pois simplesmente recusaram levar ao médico. Seth Welch e Tatiana Eusari Welch, os dois de 27 anos, responderam por homicídio doloso da sua filha de apenas 10 meses.

O fato aconteceu me Michigan, Estados Unidos. Os pais se recusaram a levar a pequena Mary ao médico quando começou a ter problemas de saúde. O motivo de não procurar atendimento foi a religião.

A garotinha morreu no último dia 02 de agosto. Os pais acionaram a polícia e os agentes encontraram a menina morta dentro do berço. Eles entraram em contanto com a emergência e afirmaram que a bebê estava com olhos e as bochechas muito fundas, sinalizando desnutrição.

Após uma autopsia realizada no corpinho da criança ficou constatado que os policiais que prestaram atendimento tinham razão. A pequena Mary morreu devido à uma grave desnutrição e desidratação e tudo por causa da negligência dos pais.

Os pais relataram aos agentes que há aproximadamente um mês perceberam que a garota estava com o peso abaixo do esperado para a idade. No entanto, optaram por não procurar auxílio médico. A alegação do casal foi que tinham receio, pois não confiam nos médicos e também por motivo relacionados a religião.

Inclusive, o pai da pequena já havia feito vários vídeos na internet, onde falava sobre suas crenças religiosas.

Mulher engravida do amante e mente sobre bebê para esconder a traição

Homem é casado com 13 mulheres, tem 10 namoradas e 174 filhos e 90 netos