in

Selfie salva jovem de ser condenado 99 anos de prisão

Unilad

O americano chamado de Christopher Precopia foi alvo de uma acusação que poderia lhe custar 99 anos de prisão, entretanto foi capaz de provar a inocência devido a um selfie. O caso fez sucesso e chamou a atenção de diferentes países, sites brasileiros notificaram sobre o acontecimento.

Em setembro do ano de 2017, o rapaz citado foi preso e recebeu acusação de ter atacado a ex-namorada dele. A moça divulgou para a polícia que o jovem teria invadido sua residência e a ferido com uma faca. Ela ainda disse que levou um corte em formato de “x” no peito. 

A acusação se baseava apenas nas palavras da garota, enquanto Christopher afirmava que estava toda a noite com parentes. Ainda assim, ele foi para a cadeia e a acusação pleiteou para ele um período de 99 anos na prisão. Porém, o jovem foi liberado mais tarde quando familiares pagaram uma fiança no montante de 150.000 dólares (R$ 561 mil).

Mesmo após o pagamento da fiança, ele ainda precisava provar a inocência dele para não ser preso futuramente.

Precopia conseguiu salvação por causa de uma foto que ele tirou na noite em que a moça alegou o suposto ataque. A imagem foi postada nas redes sociais e deu o álibi que ele precisava.

No dia, ele estava jantando com a mãe em um hotel que ficava a 65 quilômetros do local em que morava a suposta vítima. A selfie com a hora e a localização exibidos convenceram a polícia de que ele não teria como ter realizado o crime. 

Depois de algum tempo, a garota admitiu ter elaborado toda a história com o objetivo de se vingar do ex-namorado, levando em conta que ambos tinham um relacionamento complicado. 

No Brasil, o assunto foi comentado em redes sociais e internautas ficaram impressionados com o fato de uma mentira quase ter prejudicado a vida de um inocente. O que mais chamou atenção foi que a defesa do jovem estava em uma foto.

Written by Andressa Cavalcante

Atua como colunista de sites para mídia social assim como também para o google news, apresenta formação no curso de direito. Além disso, trabalha com mídia social na área política e tema feminino, participando ativamente de grupos políticos

Dieta da banana: perca até 9 kg em 1 mês

A surpreendente história da amizade entre Hitler e uma menina de origem judia