in

Casamento oficial entre duas crianças gera revolta pelo mundo; veja o vídeo

Um vídeo divulgado nas redes sociais de uma menina de 8 anos que aparece em se casando com um de 10 anos está dividindo opiniões pelo mundo.

O casamento infantil é uma prática tradicional que ocorre em muitos países. Essa grave violação dos direitos das crianças são supostamente para impedir a liberdade física da pessoa e sua capacidade de decidir o seu futuro. A razão? Basicamente, o alto nível de pobreza que reina no mundo. 

Um casamento cigano na Romênia está gerando uma grande indignação no mundo devido à união conjugal de um casal de crianças que não excede 10 anos. As imagens do YouTube mostram a menina cercada por mulheres que dão os últimos detalhes finais ao vestido para deslumbrar seu futuro marido. 

A menina de 8 anos aparece com um vestido de noiva rosa com pequenas pedras brilhantes e seu penteado encaracolado para selar sua união com seu parceiro de 10 anos.
Nas imagens, o futuro noivo é visto dançando uma música popular com seus amigos mais próximos e familiares que não fazem nada para impedir a união.

O cantor chama o menino e diz: “Deixe os brinquedos de lado, hoje você se casou com sua namorada“. A noiva entra na festa e é levantada para um banquinho, para que todos possam admirar seu vestido que parece ser de um tamanho adulto. 

As imagens causaram uma série de comentários negativos sobre casamentos de crianças ciganas. Deve-se notar que a cerimônia oficial aconteceria quando os jovens fossem mais velhos; No entanto, esta pequena reunião é dada por acordo mútuo das famílias.

Segundo o Gabinete do Alto Comissário dos Direitos Humanos da ONU, várias comunidades romenas praticam o ‘casamento precoce’. Porém, o jovem casal continuara vivendo com seus parentes até atingir a maioridade.

Na Romênia até 2007, a idade mínima para o casamento era diferente para homens e mulheres; Homens com 18 anos e mulheres com 16 anos.

5 coisas que as mulheres acham atraentes nos homens

Cabra dá a luz a filhote com feições humanas e apavora moradores de vilarejo; veja