in

Suposta carta de Cássia Eller diretamente do inferno é revelada e o que diz é assustador

Foto/Montagem: Fernando B.

A cantora Cássia Eller foi uma das maiores divas da música brasileira. Assim como outros grandes artistas, ela acabou partindo cedo. Recentemente, no entanto, uma grande bomba envolvendo Cássia Eller assustou os seus fãs. Isso porque uma suposta carta psicografada atribuída a artista foi revelada e dá detalhes inacreditáveis por onde ela teria passado após a morte. 

Cássia Eller morreu em 2001. Era sabido que ela tinha problemas com drogas, mas o motivo oficial do seu falecimento foram quatro paradas cardíacas. A carta atribuída à cantora de Música Popular Brasileira (MPB) foi psicografada em uma renomada casa espírita do Rio de Janeiro, o Lar de Frei Luiz.

A instituição não apenas confirmou o teor do conteúdo, como também que esse foi feito durante uma sessão envolvendo dependência química. A carta atribuída à Cássia Eller começa com a cantora dizendo que conheceu o inferno e traz descrições sobre como ele seria. As palavras usadas assustam. Na carta, estão expressões como “sombrio” e “frio”. 

Em seguida, Cássia Eller parece falar sobre o problema que tinha com drogas. Ela diz que acreditava que estava em plena alegria, quando, na verdade, apenas se afundava ainda mais, sem ter como  retornar. 

Na mensagem, Cássia relata o período em que passou no “umbral”, lugar de expiação para o espírito em regeneração, segundo a doutrina espírita.

“A dúvida assaltava-me os raros momentos de raciocínio menos desequilibrado e as crises de abstinência trancavam todas as portas que dariam acesso à saída daquele campo de penitência de espíritos rebeldes e viciados como eu”, diz uma parte do texto. 

Já no final, o suposto espírito da cantora diz que agora vive em um ambiente de calmaria, pois foi enviada a um hospital. Ela ainda diz que está bem e que não é necessário se preocupar. 

Written by Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Next post

Maçonaria na igreja: esses pastores são maçons e você não sabia

O dia em que uma ‘mulher de Deus’ calou Luciano Huck