in

Mulher dada como morta e cremada volta para casa quatro dias depois

Divulgação/Pinterest

Uma jovem, identificada como Naina Rani, de 26 anos, moradora da cidade de Patiala, que supostamente estava morta, voltou para casa quatro dias depois de seus parentes terem realizado sua cremação, de acordo com o site indiano The Times of Índia.

Rani desapareceu no último dia 8 de dezembro e, alguns tempo depois, a polícia de Sadar encontrou um corpo de uma mulher de aproximadamente 20 anos dentro de um saco.
O corpo apresentava as mesmas características da jovem desaparecida e foi considerado o caso encerrado.

Mulher dada como morta volta para casa quatro dias após sua cremação

Os familiares da jovem foram acionados para identificar o corpo encontrado e eles relataram que era mesmo Rani. A investigação foi encerada e a polícia concluiu que a mulher foi morta por um homem com quem ela havia fugido.

Os parentes da mulher realizaram sua cremação em 15 de dezembro, porém, quatro dias depois, ficaram chocados quando a jovem voltou para casa sã e salva.

Atualmente, os investigadores da polícia estão examinando a amostra de DNA e as impressões digitais da pessoa que se acreditava ser Rani para determinar sua identidade. 

Familiares param funeral e corpo é levado às presas para um hospital

Curiosamente, na mesma semana que Rani foi dada como morta e voltou para casa, outro caso semelhante aconteceu, em Buenos Aires. Na ocasião, os parentes de uma argentina falecida tiveram que parar seu funeral e levar o corpo para um hospital, depois que o motorista do carro fúnebre disse que viu a pessoa se mexendo dentro do caixão.

No entanto, os paramédicos confirmaram que a mulher estava morta e ela foi cremada em seguida.

Leia Também

Avatar

Written by Francisco Nunes

Barbeiro profissional, e nas horas vagas trabalho como freelancer.

Next post

Tragédia: jovem de 14 morre enquanto dormia por algo que muitos fazem diariamente

7 curiosidades sobre a Primeira-Dama, Michelle Bolsonaro, esposa de Jair Bolsonaro