in

Mulher é condenada pela justiça por invadir o Facebook de seu ex-marido e fazer postagens

Luciana Maline/TechTudo

Aquele que acessa a conta do ex-companheiro ou da ex-companheira nas redes sociais está cometendo uma infração diante dos direitos da personalidade previstos no Código Civil. Foi o que ocorreu com uma mulher, que ao acessar a conta de seu ex-marido no Facebook, fez publicações como se fosse ele.

A mulher teve que pagar uma indenização, após fazer publicações onde difamava a imagem do ex-companheiro. Ao se passar pelo homem, ela quis passar a impressão, pela postagem, de que o ex estaria admitindo que não cumpria os seus compromissos como pai.

Em nome do ex-marido, a mulher afirmou que ele era uma pessoa sem caráter, que teria deixado a própria filha passando fome, enquanto estava se divertindo.

Ao perceber o que havia ocorrido, o homem acionou a Justiça, exigindo o pagamento de uma indenização referente a vinte salários mínimos, em decorrência da compensação necessária pelos possíveis danos morais sofridos. No entendimento de sua defesa, as postagens o prejudicaram e questionaram sua honra.

De acordo com a ex-esposa, ela fez tudo isso porque teria entrado em ‘estado de desespero’, pelo fato de estar passando por dificuldades financeiras, além do ex-marido não estar honrando com o pagamento da pensão alimentícia.

Ela disse que no momento em que acessou a conta na rede social do ex-marido, descobriu que o mesmo estaria gastando dinheiro em festas. Essa foi a premissa da justificação da mulher, que afirmou ‘estar no direito’ de extravasar suas angústias.

O entendimento da justiça foi de que o argumento da ex-esposa não seria causa de excludente de ilicitude, e a condenou ao pagamento de R$ 300.

Leia Também

Written by Henrique Furtado

Henrique Furtado é um estudante de Direito, apaixonado por futebol e curioso por natureza, que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Viva melhor! Deixe de lado esses 6 hábitos para viver mais feliz em 2019

Médicos declaram que bebê morreria em 9 meses, então babá faz algo que ninguém esperava