in

5 coisas simples que podem te levar a prisão em outros países

Mtdefato

A maioria das pessoas não gosta nem de pensar na possibilidade de ir parar na prisão. Para isso, evita ao máximo entrar em confusão e se mantém na linha o tempo todo, busca não desrespeitar as leis e cumprir com seus deveres cívicos, mas quando se está fora do país é preciso redobrar a atenção, pois coisas bizarras podem te levar a prisão. Confira na integra cinco coisas simples que podem te levar a prisão em outros países.

1 – Alimentar os peixes, coletar conchas e andar com baralho 

Por mais simples que essas ações possam parecer, elas são capazes de te levar para a cadeia na Tailândia. Por exemplo, coletar conchinhas na praia ou mesmo comprá-las, é um crime passível de prisão no país. Além disso, é proibido alimentar qualquer espécie de peixe, independente da situação. E se você apenas portar um conjunto de baralho, com toda certeza ficará detido.

2 – Falar palavão é crime!

Se você tem o costume de xingar por qualquer motivo, tenha cuidado ao ir para Austrália, lá qualquer tipo de xingamento pode custar 6 meses de detenção.

3 – Não “roube” Wi-Fi 

O que mais acontece no Brasil é o vizinho ‘roubar’ o Wi-Fi do companheiro na cara dura e tudo fica por isso mesmo, o máximo que acontece é o dono trocar a senha do roteador. Em Cingapura, isso não cola. Se alguém for pego conectado a uma rede sem que o dono tenha te dado permissão, pode ser considerado hacker e ser preso por até 3 anos.

4 – Não dance

Existe uma dança específica que foi proibida pelo governo na Arábia. Dabbin é uma dança que lembra as pessoas sob o efeito de drogas, outra coisa importante é que no país é proibido comer em público durante o ramadã. Quem for pego será preso e deportado.

5 – Não alimente os pobres

Uma atitude comum aqui no Brasil pode te levar a prisão na Flórida (EUA), no estado norte-americano é proibido alimentar os sem-teto sem autorização. Cuspir no chão também pode te levar para a cadeia.

Leia Também

Avatar

Written by Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.

Next post

Alerta: bebê morre afogado em banheira enquanto a mãe olhava vídeos no Facebook

Igreja evangélica usa dízimo para quitar dívidas de 48 famílias