in

Filha idêntica a Angelina Jolie faz processo de mudança do gênero e fotos surpreendem

Fonte: Rede TV

Shiloh nasceu menina e quando era novinha usava trajes femininos, entretanto nos primeiros anos mostrava que não tinha interesse em ser na feminina, pois desejava vestir como um menino.

Insistentemente ela solicitava aos pais para deixá-la usar roupas masculinas, além de se recusar a ter cabelos longos.

Publicidade

Os pais, Brad Pitt e Angelina Jolie, optaram por atender aos pedidos da garota, que parecia se sentir melhor quando usava roupa de garoto. Nesse sentido, a vestimenta utilizada por ela era exclusivamente masculina. Em eventos sociais aparecia de terno e gravata, levando em consideração que não se sentia bem com vestidos ou enfeites de garotas. 

Durante uma entrevista concedida em 2008, Brad Pitt, que estava participando do programa de televisão estrelado por Oprah Winfrey, falou sobre a situação de Shiloh e comentou que a filha queria mudar o nome para John. Os atores sempre levaram o assunto de maneira neutra e nunca impediram nenhum dos filhos de fazer escolhas. 

Publicidade

Atualmente Shiloh está com 12 anos de idade e continua buscando ter aparência de menino, uma vez que se identifica mais com o gênero masculino, haja vista que não se sente bem como mulher. Na sociedade atual, existem pessoas que acreditam ser possível alguém adquirir um gênero diferente do qual nasceu. 

Com a finalidade de alcançar o objetivo que busca, Shiloh já iniciou um procedimento hormonal, que torna possível para ela se submeter a uma cirurgia na qual irá mudar o gênero. Na fase adulta ela deverá passar por um processo cirúrgico para redesignação do gênero, pois o método de mudança citado pode ser mais eficaz do que ingerir hormônios masculinos. 

Em outros tempos o assunto seria rejeitado pela sociedade, todavia com a mudança do viés ideológico, tendo em conta o avanço de ideias progressistas, logo o tema é tratado e aceito de maneira positiva pela psicologia, que faz todo o acompanhamento para que alguém consiga ser homem mesmo tendo identificado como mulher no nascimento. 

Publicidade

Leia Também

Written by Andressa Cavalcante

Bacharel em direito, também possui formação no curso de Análise e desenvolvimento de sistemas, há 3 anos que trabalha como colunista em sites. Trabalha como Gerente de Mídia Social na página Garota Conservadora assim como em Loucos por Armas ambos do Facebook, no Instagram administra os perfis @versosdadireita e @blogconservadora

Next post

Pessoas que podem se tornar o anticristo este ano e você não sabia

Pai e padrasto se unem para linda sessão de fotos com filha e dão lição de amor; veja