in

Como está o filho de Eliza Samudio mais de oito anos após o crime? Aos prantos, avó revela

Até hoje a morte de Eliza Samudio é um dos crimes que mais chocam o Brasil quando é lembrado, o requinte e a crueldade com que ela foi assassinada impressionam a todos.

Ano passado, a avó do filho deixado por Eliza concedeu uma entrevista ao portal Universa, onde relatou como estava o seu neto, oito anos depois da morte da mãe.

Para quem não sabe, Eliza foi morta pelo próprio pai do filho, o goleiro Bruno. Na época, ele a asfixiou e esquartejou. Em seguida, o corpo foi jogado aos cães.

Hoje, Sônia de Fátima é a responsável pela criação do menino. Com a orientação que foi dada pelos psicólogos na época, ela contou toda a verdade sobre a morte da mãe do neto para ele. Os dois fazem tratamento até hoje, para conseguir superar a dor da perda.

A avó de Bruninho ainda revelou que contou a ele, tudo o que pai queria fazer com o filho depois de matar a mãe. Aos prantos, dona Sônia disse: “Vinha me preparando para esse momento há muito tempo, mas ali recebi um soco no estômago e comecei a chorar”. O neto foi quem consolou a avó.

Após flagra de emissora, Bruno perde o direito a regime semiaberto

As últimas informações que se sabe sobre Bruno, é que ele havia ganhado o direito de trabalhar fora. Porém, dois dias depois o jogador foi flagrado pela TV Alterosa, afiliada do SBT na companhia de duas mulheres e uma lata de cerveja na mão.

Preso no presídio de Varginha (MG) desde abril de 2017, o goleiro acabou perdendo os direitos de liberdade e voltou a ficar recluso em regime fechado. O goleiro deverá ficar preso até o ano de 2031. Ele foi considerado culpado e pegou 22 anos de prisão, pelos crimes de homicídio triplamente qualificado.

Leia Também

Avatar

Written by Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Caso raro: nascem gêmeas e uma delas tem síndrome de Down

Augusto Cury revela como Jesus ensinou a lidar com a depressão de forma prática