in

Cientistas revelam segredo escondido na Lua; descoberta choca a todos

Foto: Abril

O homem nunca se conteve em explorar o planeta que habita. A ambição por responder questões existenciais sempre levou a humanidade a tentar desvendar o mistério que sempre
a instigou pelo simples fato de olhar para o alto, ver o céu e seu corpos celestes. Almejando evidências palpáveis, diversas expedições e corridas espaciais foram postas em prática desde que tecnologia assim o permitisse.  

Dentre uma das mais importantes e icônicas viagens ao espaço está a Apollo 14 que foi o terceiro pouso de uma nave terrestre em solo lunar. Em meio às diversas missões, a Apollo 14 tinha como uma de suas metas coletar amostras do solo da Lua e trazê-los para a Terra para posteriores estudos. O que ninguém desconfiava é que uma dessas amostras poderia ter sido originada na própria Terra.

Publicidade

 

De acordo com Jeremy Bellucci e seus colegas do Museu Sueco de História Natural, parte de uma rocha trazida pelos astronautas que faziam parte da expedição pode, sim, ter origem terrestre. 

Após análises e estudos laboratoriais de natureza físico-química e baseado em propriedades elementares apresentadas pela pedra supostamente extraterrestre, surgiram evidências de uma notável semelhança comparando-a ao solo que forma o magma da Terra e que, para ter sido formada, seria necessário uma concentração de oxigênio que não é encontrada em terras lunares. 

Publicidade

A hipótese da equipe de Bellucci é que, assim como diversos meteoritos atingem o planeta oriundos de diversos corpos celestes, incluindo a Lua, o oposto também pode ser verdade: durante a formação do planeta, uma parte do seu solo pode ter desprendido-se e atingido seu satélite natural até ser encontrado na década de 1971 pelo seleto grupo de astronautas. 

Publicidade

Leia Também

Next post

Padre Fábio desabafa nas redes sociais: ‘Me tocou tão profundamente que eu chorei’

Profecia sobre a morte da cantora gospel Damares